segunda-feira, janeiro 18, 2016

Não foi em inglês! Como começou o Metal na Ásia, Américas e Europa.

Heavy Metal: o inglês não é a única língua. Ouça e conheça!
Por Pedro Zupo e Willba Dissidente.

Você já reparou que gatos e cachorros, respectivamente, miam e latem igual em qualquer lugar do mundo? Tal fato ocorre com todos os animais (de mesma espécie, filo etc), que independente onde estejam desenvolverão a mesma linguagem. O seu sistema de comunicação é instintivo. Com o ser humano, não é assim. Todos, independente de etnia e lugar no mundo onde nascemos, temos os mesmos órgãos responsáveis pela fala, porém o agrupamento social de que se faz parte leva os seres humanos a desenvolverem os mais variados idiomas; indo do maori, as línguas latinas, germânicas e todas as outras existentes. São línguas naturais. A fala humana não é instintiva; ela é pensada e criada de acordo com a cultura do local onde se situa.

Paul Gillman, da Venezuela, em 1984

De acordo com o antropólogo Levy-Strauss, ao transformar a natureza a humanidade faz cultura. Pensando-se no Heavy Metal, este gênero musical também é cultura. Além da óbvia transformação de madeira e outras matérias naturais em instrumentos musicais, quando começou a se espalhar da Inglaterra para o mundo, o Metal Pesado também se formou, se fez e se cantou no idioma do local onde era criado. Assim, o ideia dessa matéria é resgatar, no limite de nossos conhecimentos, uma banda fundamental e outras indicações de grupos pioneiros dos primórdios do Heavy Metal que cantavam em seu idioma nativo. Vamos retomar aos princípios da década de 1980, quando o Metal ainda era criança e no limiar da inocência produziria clássicos imortais.

Llona Biró, conhecida como METAL LADY, da Hungria em 1990 / 1994.

Quando o capitalismo se apropriou do Heavy Metal, ele foi matando a essência da arte. Como as gravadoras ficavam nos EUA, e naquele momento de começo dos anos oitenta, elas tinham dinheiro e poder de influência, os grupos perceberam algo. Mudar o idioma de seu som para o inglês, se massificar, ser ouvido por uma gravadora estadunidense, na tendência que elas queriam, e ter seu disco lançado naquele país, era a garantia de ser escutado no mundo todo. As rádios e revistas, sob o corruptível jabá, se encarregaram de espalhar a ideologia que o inglês era a única língua do Rock'n'Roll e outros absurdos como "Heavy Metal em português é igual samba em inglês".

TUBLATANKA, da Eslováquia, em 1983.
Ao chegar os anos 2000, e década atual, as gravadoras e tais meios arcaicos e tendenciosos de mídia perderam seu prestígio e capacidade de interferência. A internet, por sua vez, permitiu o primeiro contato de headbangers de todo o mundo com grupos que cantam em sua língua mãe, não o inglês; mas àquela que corresponde à cultura daqueles países. Venha conhecer então grupos pioneiros de 26 países que imbuídos de invencível espírito criativo registraram o Heavy Metal em sua língua natal; e também, quando possível, grupos que estão levando o legado deste bastião ao longe.

CITRON, da República Tcheca, em 1987.
A nossa lista é organizada por ordem alfabética em nome de país. Os parênteses indicam o ano de lançamento do primeiro registro dos grupos. Boa viagem, headbanger!!

01 . Alemanha BÖHSE ONKELZ (1984) “ Es ist Soweit “

O Böhse Onkelz surgiu tocando Punk Rock (o gênero punk era muito forte na Alemanha no começo da década), porém a banda não se identificava com a temática punk, sendo de uma ideologia mais nacionalista, e talvez , até mesmo ufanista (o que os levou a serem acusados de neonazismo e extremismo de direita). Aos poucos foi modificando sua sonoridade até 1985 finalmente se encontrar com o Heavy Metal e o Hard Rock, alcançando o ápice desta sonoridade em 1990 com o álbum Es Ist Soweit.



Devido à similaridade do alemão com o inglês, praticamente não há bandas velhas ou novas que cantam em alemão, porém bandas clássicas como SODOM e TANKARD já nos brindaram com músicas em alemão em suas discografias.

02 . Argentina: RIFF (1981) "Ruedas de Metal".


Formada e tutelada por Noberto "Pappo" Napolitano, o melhor guitarrista do continente americano, o RIFF foi a primeira banda na América do Sul a lançar um disco de Heavy Metal, atrasado somente por alguns meses em relação ao "Hard'n'Heavy" do ANVIL (que iniciou o Heavy Metal nas Américas). A banda teve muito sucesso na Argentina, terminando e voltando algumas vezes até que um acidente de moto levasse a vida de Pappo em 2005.

É importante lembrar que o Pappo já era um músico famoso desde o final da década de 1960. Ao formar o RIFF, sua intenção era entrar na onda do novo metal britânico, que ele inclusive viu nascer, pois morou na Inglaterra por um curto período no final dos anos 1970. Sempre disposto a estar próximo do Rock Pesado, ele gravou, durante sua carreira do Blues ao Metal, sendo um ídolo na Argentina sem similar no Brasil.



Outros grupos pioneiros: V8, KAMIKAZE, RATA BLANCA.
Grupos atuais que cantam em castelhano: ÁFRICA.

03 . Brasil: HARPPIA (1985) "A Ferro e Fogo".

Existe uma música em português que é unanimidade entre todos os amantes de rock pesado do Brasil? Sim, e essa é "Salém (a cidade das bruxas). O Heavy Metal no Brasil já havia começado ainda nos anos 1970 e no norte do país, porém o êxito que os paulistanos do HARPPIA conseguiram no seu EP de estréia pode ser explicado por Bruxaria; ou por muita qualidade.



Outros grupos pioneiros: SHOCK, STRESS, ASTAROTH.
Grupos atuais que cantam em português: COMANDO ETÍLICO, ARMADILHA, HARPAGO.

04 . Bulgária: GRANULOM (2007) "Ytopiia" (*).

O GRANULOM foi formado em 1994 porém só em 2007 lançou seu primeiro álbum Утопия (ytopiia). Mas, ainda sim, apesar do trabalho ser um lançamento recente, podem ser considerados pioneiros do metal cantado em búlgaro, ainda mais quando consideramos, o ANALGIN. Banda daquele país formada em 1980 que só lançou seu primeiro disco em 2000, e quando o fez já havia modificado tanto sua sonoridade que soava mais Grunge / Stoner do que Heavy Metal.



Das bandas dos 26 países apurados, o GRANULOM é um dos dois únicos que possui uma mulher na formação do grupo.

Outros grupos pioneiros:-.
Grupos atuais que cantam em búlgaro:-.

(*) 
A alfabeto búlgaro, usado nos países eslavos, se chama glagolitico e é baseado em letras gregas. Optamos por transpor os nomes (bandas, músicos e discos) para o alfabeto ocidental.


05 . China: TANG DINASTY  (1991)  "Tang Dinasty". 

O que se deve ter em mente é que para um país culturalmente tão fechado como a China, controlado por uma ditadura comunista que abomina qualquer manifestação cultural ocidental, é surpreendente a existência do TANG DINASTY. No país praticamente inexistia acesso a material fonográfico de países dos blocos capitalista ou socialista; e, muito menos, audiência ou meios difusores para bandas de tais estilos musicais. Porém o TANG DINASTY foi formado por filhos de diplomatas chineses que tiveram contato com o Heavy Metal e o Rock quando estavam fora do país, e ao voltarem para dentro das grandes muralhas, trouxeram essa “inovação musical” consigo. Apesar de misturar elementos da musica local (até mesmo porque o som metálico puro ser até hoje considerado indigesto pela maioria de seus conterrâneos) a banda conseguiu realizar seu primeiro show apenas 1990 e lançar seu primeiro disco homônimo somente em 1991, O grupo foi tão importante que se pode afirmar serem os responsáveis pela pouca abertura cultural existente para o Heavy Metal na china.




Obviamente, conforme os já citados fatores culturais, sociais e políticos, podemos afirmar que o TANG DINASTY (ainda) é a única banda de Heavy metal da China.

06 . Colômbia: KRAVEN (1986) "Todo Hombre es una historia".

Originalmente formada na cidade de Medelín, o KRAKEN é a referência do Metal na Colômbia. Durante os seus quatro primeiros discos, o grupo manteve uma formação estável, mas já ia adicionando teclados e elementos mais "progressivos" ao seu som tradicional da N.W.O.B.H.M. Atualmente, após uma pausa nos nos anos 2000, o conjunto é um sexteto e se mudou para a capital Bogotá, sendo o vocalista Elkin Ramirez o único remescente. O KRAKEN, nome inspirado em monstro dos mares da mitologia nórdica, tem se declarado Rock Pesado Progressivo e segue tão popular na Colômbia quanto os cem tentáculos da lula gigante que lhe inspirou.



Na Colômbia há uma forte cena Metal desde meados dos anos oitenta, com muitas bandas voltadas do Thrash e outros estilos mais extremos e alguns pouco grupos cantam em inglês.

Outras bandas pioneiras: KRÖNÖS, AGNOSIS.
Grupos que cantam em castelhano no Colômbia: ACERO, HAKAEL, ADAIA, FRESQUET, ARTEUS

07 . Croácia: CRNA UDOVICA (1987) "Povedi me". 

A Janela Negra (em croata Crna Udovica) foi formada em 1983, porém só em 1987 conseguiu lançar sua primeira demo Povedi Me. Formada em Dubrovnik, na antiga Iugoslávia (hoje Croácia), a banda infelizmente teve pouca duração, encerrando as atividades em 1990, após duas demos e apenas um álbum lançado, porém se reuniram novamente em  2008, contudo nenhum novo material foi lançado. A banda faz um Hard n’ Heavy muito agradável aos ouvidos headbangers.


Outros grupos pioneiros:-.
Grupos atuais que cantam em croata:-.

08 . Eslováquia: TUBLATANKA (1982) "Tublatanka".


Se você leitor já assistiu o filme "O Albergue" , então conhece o  TUBLATANKA, seu maior clássico "Pravda Vitezi" (a verdade vence, em eslovaco) pois está tocando em uma boate durante o filme. Formada em 82, foi a grande pioneira eslovaca e chegou a fazer sucesso por todo o leste europeu.



Outras bandas pioneiras que cantam em eslovaco : TEAM , TURBO (não confundir com o polonês), PAVOL HABERA.
Grupos atuais que cantam em eslovaco:-.

09 . Espanha: OBÚS (1981) "Preparate".

Com nome tirado do projétil de artilharia que contém um explosivo dentro da bala e estourando a cabeça dos Headbangers desde soltou seu primeiro petardo em 1981, o OBÚS é uma das bandas mais bem sucedidas da Espanha. De som e visual influenciados pelo JUDAS PRIEST, o grupo sempre cantou em espanhol, durando até 1991. Nos anos 2000, o OBÚS voltou a bombardear os palcos ibéricos-latinos, seguindo da formação clássica apenas segue o vocalista Fortu.



Outros grupos pioneiros: BARÓN ROJO, SANTA, BELLABESTIA, SANGRE AZUL.
Grupos atuais que cantam em espanhol: WILD.

10 . França: SORTILÈGE (1982) "Métamorphose".

País com muitas bandas de Metal, a França se assemelha ao Brasil por, desde a segunda metade dos anos 1980, esses grupos terem preferido cantar em inglês (no intuito de alcançar o tal mercado externo, porém sem muito êxito). Esse foi também o caso do SORTILÈGE. Após dois anos de batalha, o grupo gravou o seu primeiro EP, auto-intitulado. Os dois que se seguiram, ambos clássicos para os Headbangers, foram gravados na Alemanha em frânces e inglês. As versões na língua bretã foram fracasso de venda, o que contribuiu para o fim do grupo ainda em 1986.



Outros grupos pioneiros: HIGH POWER, VOODOO CHILD, SATAN JOKERS, ADX, WARNING
Grupos atuais que cantam em francês: HÜRLEMENT.

11 . Hungria: METAL LADY (1990) "Metal Lady".  

Existe um debate entre os fãs do Heavy Metal húngaro no qual se discute qual banda foi mais influente naquele país, o OSSIAN ou o POKOLGÉP. Para fugir dessa polêmica, citamos a icônica banda de Ilóna Bíró. Espécie de DORO húngara, a citamos principalmente porque seu primeiro álbum foi gravado pela banda POKOLGÉP com a loira no vocal, e seu segundo, e último, álbum (1994) foi gravado da mesma forma, porém com o OSSIAN como músicos de apoio



Outras bandas pioneiras que cantam em húngaro : sintomaticamente POKOLGÉP e OSSIAN.
Grupos atuais que cantam em húngaro:-.

12 . Itália: STRANA OFFICINA (1984) "Strana Officina".

 Formada em 1977 e com a mais bela história dentre os desta matéria, o STRANA OFFICINA fez muito sucesso nos anos oitenta no país da bota, porém um acidente de carro, em 1993, ceifou a vida do guitarrista e baterista da banda; que além de  fundadores do grupo eram também irmãos. Isso deveria encerrar a banda, porém seus filhos fizeram questão de aprender os mesmos instrumentos de seus pais, e assim que atingiram um nível que consideravam aceitável para honrar seus genitores, chamaram os membros remanescentes e voltaram à ativa em memória de seus pais. Pelo visto a noção italiana de “famiglia” se estende até mesmo ao som metálico.



Outras bandas Pioneiras que cantam em Italiano :  VANADIUM, PINO SCOTTO, SABOTAGE, BUDTRIBE.
Grupos atuais que cantam em italiano:-.

13 . Japão: EARTHSHAKER (1984) "Fugitive".

A música popular no Japão tem uma tendência única. Ela é toda cantada em japonês, com algumas palavras-chave e refrões em inglês, além dos nomes das músicas serem em inglês. Não são só as aberturas / encerramentos (original) dos animês, tokusatsus e filmes que eram (e continuam) assim. Desse modo, o Heavy Metal, que não é música clássica, segue o mesmo padrão. Esse foi o caso do EARTHSHAKER, nome tirado intencionalmente do disco do Y & T. Contando originalmente com o vocalista do LOUDNESS Minoro Niihara como baixista, em 1983 quando o grupo lançou seu debut, o EARTHSHAKER já possuía a mesma formação que continua até hoje. Variando entre Hard Rock e o Heavy Metal, a banda ficou inativa por metade da década de 1990 (período "fraco" para esse gênero musical), retornando a atividade e mantendo sua base de fãs mais forte na Terra do Sol Nascente.



É importante frisar que alguns grupos japoneses como LOUDNESS, VOW WOW e EZO, à partir de 1985 foram passando a cantar exclusivamente em inglês, conseguindo alguns fãs algures pelo globo. As duas primeiras bandas, inclusive, chegaram a contratar membros caucasianos buscando maior aceitação fora do Japão.

Outros grupos pioneiros: ANTHEM, FLATBACKER, SEIKIMA II.
Grupos atuais que cantam em japonês: -.

14 . Lituânia: KATEDRA (1989) "Mors Ultima Ratio".

 Uma banda diretamente da comunidade dos estados independentes, cantando em lituano, o KATEDRA foi formado em 1986 e se mantém na ativa desde então. Sua sonoridade inicialmente flertava com o Hard Rock e o Heavy metal, porém atualmente a banda apresenta uma sonoridade mais voltada ao Thrash Metal e estilos mais agressivos.



Outros grupos pioneiros:-.
Grupos atuais que cantam em lituano:-.

15 . México: LUZBEL (1985) "Metal Caido del Cielo".

Tomando como seu um outro nome para o cramunhão, o LUZBEL foi formado pelo guitarrista Raul Grenas  primeiramente com o nome de RED. A banda gravou um disco, em 1983, que ficou engavetado. Dois anos depois, já com a voz à cargo de Arturo Huizar, a banda lançou seu EP "Metal Caido del Cielo" e depois o debut "Pasaporte para el Infierno", sob o selo WEA. Impacto imediato na cena mexicana, o grupo se tornou favorito entre os headbangers. Com o sucesso, em 1987, o vocalista saiu do LUZBEL para formar o grupo de Hard Rock mais mal produzido do mundo, o HUIZAR.

Após dois discos com Juan Bolanos na voz, o vocalista e o guitarrista originais se reuniram para o disco "La Rebelión de los Desgraciabos", em 1994. Não obstante o sucesso era a despedida do conjunto até 2013. Após o fim do LUZBEL, Arturo, (já com o HUIZAR morto e sepultado) formou o LVZBEL.



Atualmente, estão ativas as bandas LUZBEL (de Raul Grenas) e a LVZBEL (de Huizar), ambas compondo, se apresentando e lançando discos em castelhano.

Outros grupos pioneiros: CRAZY LAZY, ULTIMATUM, CRISTAL Y ACERO.

Lançando tendência no mundo, no México as bandas atuais de sonoridade oldschool, como o VOLTAX, HEXENBIEST, AT LIBITUM e outras, tem soltado seus trabalhos todos em inglês, com uma música em castelhano. As bandas novas que apresentam discos todos cantados em castelhano, como AGORA e VIGMIKA são de Hard Rock. Os grupos antigos, contudo, como TRANSMETAL, LEPROSY e demais, continuam criando música apenas na língua mãe.

16 . Noruega: TNT (1982) "TNT".

Se engana quem pensa que na Noruega o Rock Pesado começa e termina com as Hordas do Black Metal.  Além de ter legado ao mundo o guitarrista John Norum (do EUROPE) e diversos outros grupos de Hard Rock na década de 1980, como o STAGE DOLLS, um dos pioneiros do Metal na península escandinava foi o TNT. Conhecido pelo Metal tradicional do "Knights of  the New Thunder", que se converteu no Hard Rock do "Tell no Tales" e manteve o quarteto nesse estilo após a entrada do estadunidense Tony Harnell como vocalista, o grupo começou diferente. O primeiro full-lenght e o EP subsequente, contavam Dag Ingebrigtsen, rasgando impressionantes vocais em norueguês em meio ao Heavy Metal tradicional.



Ao cambiar ao inglês, o grupo nunca mais voltou atrás, chegando até a regravar a canção "Harley Davidson" em inglês quando o vocalista Tony Mills, do SHY entrou para o grupo.

Outros grupos pioneiros:-.
Grupos atuais que cantam em espanhol:-.

17 . Paraguai: METAL URBANO (1986) "Metal Urbano".

A banda antiga de nosso país irmão e vizinho mais falada no Brasil é o RAWHIDE, notadamente pelo THE FORCE ter feito um cover deste pioneiro grupo thrasher. Entretanto, enfrentando muitas dificuldades e tantos perreios quanto no Brasil, o Paraguai possuí vívida e atuante cena metal desde os anos 1980. O principal empecilho para a criatividade de nossos irmãos nos é bem conhecido: falta de quem invista para gravar e lançar esses grupos. Um exemplo disso que é o METAL URBANO que durou de 1985 a 1991, lançando nesse período quatro demos auto-financiadas. As fitas só foram oficialmente compiladas e lançadas em finais dos anos 2000.



Outros grupos pioneiros: STEEL ROSE, ARCANO, RAWHIDE
Grupos atuais que cantam em espanhol: 220 VOLTIOS, PATRIARCA, CACÉRIA

18 . Polônia: TURBO (1982) "Dorosłe Dzieci".

Formada em 1980 e pioneira em seu país, o TURBO é a mais conhecida banda e praticamente sinônimo de Heavy Metal na Polônia. O grupo manteve-se fiel ao idioma polonês durante todos os anos de 1980, mudando para o inglês em dois discos no década seguinte. Após o fim, em 2001, o TURBO retornou veloz; aos palcos, discos e a língua mãe.




Outros grupos pioneiros: TSA, CETI, WOLF SPIDER.
Grupos atuais que cantam em polonês: -.

19 . Portugal: VASCO DA GAMA (1983) "Vasco da Gama".

País ibérico que muito mal causou na América e na África por sua forma de colonização que buscava explorar ao máximo as riquezas das colonias sem compromisso algum com o desenvolvimento de qualquer tipo nos locais, Portugal já em princípios de 1980 já tinha bandas autorais tocando Heavy Metal. Ao contrário do Brasil, o país já tinha bandas de Hardão na década anterior e aqui as gravadoras locais investiram mais nas bandas, muitas delas já lançando compactos de selo desde 1981. O VASCO DA GAMA já estreou direto em LP e desapareceu pouco depois de lançar o disco (como foi comum às bandas brasileiras). Ao começo da década de 1990, muitas bandas passaram ao idioma bretão; sem voltar atrás nem conseguir sucesso no estrangeiro, contudo.




Outros grupos pioneiros: TNT (esse anterior ao brasileiro e ao norueguês), BICO D' OBRA, TARANTULA.
Grupos atuais que cantam em português: MIDNIGHT PRIEST.

20 . República Tcheca: CITRON (1976) "Pecsky z Blum".

Importante mencionar que na contramão da tendência mundial, é muito comum que as bandas e artistas tchecos gravem seus trabalhos em sua língua nativa até os dias atuais. O CITRON é sem duvida uma das maiores bandas de Rock/Metal do país, chegou inclusive a ser exportados para os Estados Unidos e demais países da Europa sem nunca ter gravado músicas em inglês.

A música música escolhida para este artigo fala do mito tcheco de Radegast, o marrom, que foi "tomado emprestado" pelo autor JRR Tolkien para compor o mago Radagast, personagem da ordem dos istari influente nos livros O Hobbit e Silmarillion.



Outras pioneiras que cantam em tcheco : VITACIT, LADA KRISEK, KREYSON, HARLEJ, KABAT, MOTOROCKER.
Grupos atuais que cantam em tcheco: -.

21 . Romênia: IRIS (1984) "IRIS I".

O IRIS foi formado em 1976, fortemente influenciado pelos grupos de Hard Rock dos anos 70, como DEEP PURPLE e URIAH HEEP (com quem chegou a gravar uma versão em romeno da música "Lady in Black"). A banda lançou cerca de uma dúzia de álbuns e goza do status de uma das maiores e mais famosas bandas em seu país natal e em seus vizinhos da Moldávia.

https://www.youtube.com/watch?v=ydICvIrNzKo

O vídeo do grupo não pode ser encorporado, é preciso clicar para assistir.

Outras pioneiras que cantam em romeno : CARGO, PASS INFINIT.
Grupos atuais que cantam em romeno : TROOPER.

22 . Rússia: ARIA (1985) "Maniya Velichiya" (*).

Não só a banda mais bem sucedida na Rússia, a única (em nosso conhecimento) que atravessou o fim da União Soviética sem mudar o idioma para o inglês, como um dos grupos mais aclamados de todo o mundo ocidental, o ARIA é um fenômeno. Não foi a primeira banda a se dedicar ao Heavy Metal em seu país, porém continua ativo e fazendo a cabeça dos headbangers pelo mundo, não obstante as mudanças de formação, sem nunca mexer em seu som.



Para sintetizar esses 31 anos de bons serviços prestados ao som pesado, em russo, escolhemos uma canção do terceiro disco do grupo, Geroj Asphalta de 1987, que marca a entrada de um dos pilares do ARIA, o baixista Vitaly Dubinnin.

Outros grupos pioneiros: CHORNE KOFFE, MACTEP, KRUIZ
Grupos atuais que cantam em russo: -.

(*) A alfabeto russo se chama cirílico e é baseado em letras gregas. Optamos por transpor os nomes (bandas, músicos e discos) para o alfabeto ocidental.

23 . Singapura: RUSTY BLADE (1986) "Rintangan Hidup Dunia".

Cidade-estado com mais de 5 milhões de habitantes, essa próspera nação asiática, que foi colônia inglesa após a Segunda Guerra Mundial e só se libertou da Malásia em 1965, vêm brindando o mundo com muitos grupos de Metal; atualmente, muitos deles dedicados à ceara do Extremo. Entrementes, foi em 1985 que seu grupo mais bem sucedido, a ponto de ser chamado de "o IRON MAIDEN malaio" se formou. Ainda que seu último disco completo tenha saído em 1989, e desde então só lance coletâneas, compilações e splits (muito deles sem inéditas), o grupo segue se apresentando em território local.



Outros grupos pioneiros: ROCKERS, HELTER SKELTER, BUMIPATRA ROCKERS
Grupos atuais que cantam em malaio: -.

24 . Suécia: LEVITICUS (1982) "Stå Och Titta På".

Monarquia constitucional em que a protestantismo luterano foi religião oficial até 2000, a Suécia é uma dos países de melhores distribuição de renda e justiça social no mundo. De acordo com a Wikipedia, hoje está empatado no país o número de pessoas que acreditam em deus e os que se declaram ateus. Ainda assim, esta democracia nórdica da península escandinava traz A ÚNICA inclusão de White Metal para nossa listagem.

Como nome homenageando o terceiro livro da bíblia hebraica, o LEVITICUS surgiu como um power trio que canta em sueco (língua semelhante ao alemão e ao noroeguês) e usava sintetizadores e pedais moog "para dar um clima". Seu ápice nessa linha de som foi o disco completo "Jag Sska Segra!", de 1983. Depois disso, o trio mudou de formação, passou a cantar em inglês, ter sonoridade mais tradicional e se valer de capas mais épicas, estilo MANOWAR, MOLLYHATCHED, mas sem nunca abandonar a temática evangélica das letras.



Após cambiar de idioma ao inglês, o LEVITICUS passou a se apresentar na Inglaterra, União Soviética, Alemanha e Austrália. Com força total, gravam o disco "Knights of Heaven" nos EUA, além de se apresentarem naquele país e no Canadá como artistas solo e banda de apoio do produtor LARRY NORMAN! Após o fim em meados da década de 1990, o grupo voltou em 2003 quando gravou um disco ao vivo como quinteto.

Até onde pudermos apurar, o LEVITICUS foi o único grupo da terra do YNGWIE MALMSTEEN e BATHORY a cantar em seu idioma nativo, ainda que por somente dois discos.

25 . Turquia: PENTAGRAM (1990) "Pentagram".

Formada em 1987, o PENTAGRAM é uma banda muito popular em seu país natal. Curiosamente, o quinteto seguiu o caminho inverso das demais bandas, o MEZARKABUL (nome pelo qual a banda também é conhecida para evitar ser confundida com o outro PENTAGRAM, como deve ter ocorrido com você, caro leitor) gravou seu debut em inglês e passado a cantar em turco após alcançar o sucesso.



Incomumente, a banda aos poucos foi se identificando com a música Country e incorporando-a em seu Heavy Metal, tendo como resultado uma sonoridade que muito se assemelha a bandas de Western Rock como o brasileiro MATANZA.

Outros bandas pioneiras:-.
Grupos atuais que cantam em turco:-.

26 . Uzbequistão: SALUPA (2001) "Live in Ulan Bator".


O SALUPA é curioso, é uma banda uzbeque que gravou seu primeiro e único disco ao vivo na capital da Mongólia. Devido a ser de um país relativamente novo, resultante da dissolução da União Soviética, cercado pela Rússia ao norte e pela China ao sul, vizinhos inimigos da cultura anglo-americana, sem mencionar a forte influência da religião islâmica , não surpreende a única banda conhecida de metal do país ser tão “nova”.



 Outros grupos pioneiros: -.
Grupos atuais que cantam em usbeque: -.

27 . Venezuela: GILLMAN (1984) "Levantate y Pelea".

A banda solo do vocalista, ator, apresentador e radialista Paul Gillman, originalmente vocalista do ARKANGEL, é a mais próspera nas terras de nossos vizinhos. A sonoridade do grupo é muito influenciada por IRON MAIDEN e BARÓN ROJO, mas marcada por forte crítica social.


 Outros pioneiros que cantam em espanhol na Venezuela : ARKANGEL, RESISTÊNCIA, TREN LOCO.
Grupos atuais que cantam em espanhol na Venezuela:-.

*

ARIA, ex- União Soviética, em 1987.
O Heavy Metal surge com os riffs, o baixo pulsante, a bateria em 4x4, com seus solos, linhas de voz, o visual e tudo tipicamente como martelado nas mãos do JUDAS PRIEST na segunda metade dos anos 1970. Todavia, em cada lugar que chegou sofreu influências locais. Essas, nesse momento de maior independência e livres da influência massificadora das gravadoras, se mostraram na língua em que foi cantado. É a parte lírica que diferencia os grupos de Heavy Metal dentro dos vários países dentro do mesmo movimento cultural / artístico. Impor que todos cantem na mesma língua (o inglês) como se isso fosse algo inerente, imutável, é massacrar sotaques, idiomas e as culturas que transparecem na música quando ela é feita e composta na expressão original que o artista pensa.

LUZBEL, do México, em 1986.
Esse esforço tem o intuito de apresentar aos headbangers uma quebra de paradigma, aparentemente, tão forte ("o inglês é a língua do Metal") quanto uma espinha é chata na pele de um adolescente. Ao final de cada banda incluímos dicas de grupos atuais que mantém a sonoridade oldschool cantando no idioma principal das diversas nações. Por nossa ignorância e incapacidade de conhecer a cena metal em sua totalidade e em todo mundo, algumas ficaram faltando. O mesmo vale para bandas mais antigas e outros países que conhecemos o Heavy Metal local.

RIFF, da Argentina, em 1982.
Aproveite o espaço de comentários abaixo para deixar também suas dicas!

Willba Dissidente agradece a amiga NATALIA GUIDICE pela ajuda nas bandas atuais paraguaias e ao brother PEDRO ZUPO, baterista da banda ARMADILHA por aceitar o desafio de fazer esse texto em conjunto.

NOTA: Esse texto é dedicado a Sergio Lopez, baterista do LUZBEL que toca na disco escolhido para musicar nosso artigo. Adicionalmente, não podemos deixar de lamentar por Lalo Tex (TEX TEX), Gleen Frey (EAGLES) e Dale Griffin (MOTT THE HOOPLE); todos músicos de Rock'n'Roll que faleceram na data da publicação original desta matéria.

3 comentários:

  1. LUZBEL do Mexico novo Album "EL TIEMPO DE ODIO" 2016
    https://play.spotify.com/album/3lHHqKtwmjbFUMxG7oWoxP

    https://www.facebook.com/LuzbelOficialMexico/?fref=ts

    https://www.youtube.com/watch?v=hoSHubERa_k
    https://www.youtube.com/watch?v=_7QijQWTJZ0
    https://www.youtube.com/watch?v=R44S57P-MlI

    ResponderExcluir
  2. Poxa, que texto legal! Ótimas informações, apesar de que já conhecia boa parte delas (risos), mas, tá valendo de qualquer forma. Muito boas bandas que você citou aí, Gillman (que foi vocalista do Arkangel e até se candidatou a deputado pelo partido do Hugo Chávez há alguns anos na Venezuela!), Metal Lady, Aria (as bandas originárias do Aria, como o Kipelov, do vocalista Valery Kipelov também são ótimas), Luzbel (e o Lvzbel também), Katedra, Citron, Obus, Riff, Pentagram, Turbo, entra várias outras... (o Sabotage da Itália tem, acho, um ou dois discos em italiano; e o Vanadium tem somente o último disco em italiano, mas são ótimo de qualquer forma). Pena que a matéria tem somente um comentário, muito chato isso. Acho que o pessoal do Metal tem muito preconceito com música cantada em outros idiomas. Fazer o quê, né? Mas foi muito boa a matéria. Vou acompanhar o blog.

    Grande abraço.

    Victor Hugo.

    ResponderExcluir
  3. Pouco importa o idioma rock n roll será p sempre rock n roll

    ResponderExcluir